Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Montalegre
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Pitões das Júnias | III Jornadas Galego-Portuguesas

A0f884d22a1402475898 1 1024 2500
Montalegre   iii 1075 140611093855 1 1024 2500
Montalegre   iii 5399 140611093856 1 1024 2500
Montalegre   iii 8981 140611093857 1 1024 2500
Montalegre   iii 7540 140611093857 1 1024 2500
Montalegre   iii 2075 140611093858 1 1024 2500
Montalegre   iii 8810 140611093858 1 1024 2500
Montalegre   iii 1375 140611093859 1 1024 2500
Montalegre   iii 4236 140611093859 1 1024 2500
Montalegre   iii 2413 140611093900 1 1024 2500
Montalegre   iii 6317 140611093900 1 1024 2500
Montalegre   iii 6768 140611093901 1 1024 2500
Montalegre   iii 3240 140611093901 1 1024 2500
Montalegre   iii 6233 140611093902 1 1024 2500
Imagem227 140611094453 1 1024 2500
11 Junho 2014

Teve lugar em Pitões das Júnias, localidade do concelho de Montalegre, a terceira edição das Jornadas de Letras Luso-Galaicas. Ao longo de três dias, vários palestrantes debateram o passado celto-galaico. Orlando Alves, presidente da Câmara Municipal, definiu esta ação como um «bom exemplo de promoção e valorização da cultura».


Organizadas pela junta de freguesia de Pitões das Júnias, em parceira com o grupo Desperta do Teu Sono, decorreram em Pitões das Júnias as III Jornadas de Letras Luso-Galaicas. Durante três dias, em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês, foram realizadas várias atividades. Orlando Alves, presidente da Câmara Municipal de Montalegre, acredita que esta iniciativa «traduz uma forma de estar muito peculiar e típica dos nossos amigos galegos, que investem na cultura e que têm agentes culturais espalhados pelo território». Ato contínuo, reforçou que se trata de «uma forma de promover e valorizar a cultura, por gente que trabalha de forma empenhada». David Teixeira, vice-presidente da Câmara Municipal, marcou presença no evento. Para o autarca, Pitões das Júnias «viveu um acontecimento cultural de alto nível, uma vez que reuniu muitos interessados sobre a cultura celta, capazes de partilhar algumas expectativas e muitas das preocupações que os assolam». Entusiasmado, lançou o desafio: «construir, com o apoio do município de Montalegre, uma grande exposição que cative os turistas, aumente o orgulho de ter e fazer parte desta cultura celta». A noite de sábado foi animada por uma atuação do conhecido Bruxo Queiman e pelo grupo musical “Sueño de Caliope”.