Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Montalegre
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

XVIII Feira do Livro inaugurada

XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
XVIII Feira do Livro inaugurada
01 Junho 2017
A feira do livro de Montalegre entrou oficialmente na "idade maior". Até segunda-feira desfila cultura para diferentes públicos. Um cartaz, agora adulto, que promete continuar com o selo de qualidade dos últimos anos. A abertura contou com a presença do líder do município, Orlando Alves, que qualificou o evento como uma «referência na região».
Quis o destino que o dia dedicado à criança, ficasse marcado como o primeiro dia da idade adulta da feira do livro de Montalegre. 18 anos de um certame que tem primado por um crescimento sustentado, à custa de uma organização cuidada. Este ano, de novo no pavilhão multiusos, pode-se ver uma oferta variada, dirigida aos mais distintos públicos. Nesse sentido, não estranha a procura crescente verificada à medida que a feira evolui.
 
«DE FAZER INVEJA»
 
O dia inaugural foi marcado pela presença de crianças dos diferentes estabelecimentos de ensino. Um desafio aceite pela comunidade escolar que muito agradou à organização. O presidente da autarquia não escondeu o sorriso face a tamanho dinamismo: «estamos perante um crescimento harmonioso, planeado e que resulta num dos grandes acontecimentos culturais que se fazem em Montalegre». Orlando Alves reforçou o tom elogioso da feira do livro: «apresenta um formato de fazer inveja às feiras do livro que se fazem no país. É uma beleza assistir à pequenada e ver como se entregam ao manuseamento dos livros que é o primeiro passo para que daqui saiam muitos e bons leitores». O autarca destacou «o trabalho notável» que tem sido feito «ao longo destes anos», personificado na sua responsável, Gorete Afonso.
 
DESAFIO AO CONCELHO
 
Face ao exposto e consciente que está perante um produto que é uma mais valia, o edil incitou a «comunidade montalegrense» para comparecer no espaço: «lanço o repto para que venham, individualmente ou em grupo, ver a forma como está preparada a feira do livro de Montalegre». Uma forma de «mostrarmos o nosso amadurecimento cultural», esclarece Orlando Alves, em época onde vigoram «as novas tecnologias» que «dominam o dia a dia de muita gente». Com isto, remata, «o livro tem outro encanto, é perfumado», envolto numa «viagem que nos leva a todos os sítios possíveis e imaginários».
 
«ESTAMOS AO NÍVEL DOS MELHORES»
 
A responsável da biblioteca municipal de Montalegre é um "vulcão" no espaço. Desdobra-se em apelar à leitura. Gorete Afonso não disfarçou a satisfação pelo modo como o abrir de portas aconteceu: «tivemos uma abertura cheia de alegria, cheia de gente e de futuro. Que esta maior idade seja um ânimo para que os vindouros possam solidificar e materializar toda esta atividade cultural». Uma resposta feliz que vai ao encontro «do trabalho desenvolvido ao longo do ano» e que só é possível «através de um trabalho em rede». Tudo somado, concluiu, «estamos ao nível dos melhores, daí que peça para visitarem a feira do livro... venham ver o que é nosso!».
 
MEMÓRIA
2014 (15 Anos)