Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Montalegre
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Montalegre na XV Feira de Nanterre (França)

Montalegre feir 6680 180324002657 1 1024 2500
Montalegre feir 2123 180324002703 1 1024 2500
Montalegre feir 7922 180324002711 1 1024 2500
Montalegre feir 9684 180324002726 1 1024 2500
Montalegre feir 6568 180324002727 1 1024 2500
Montalegre feir 1788 180324002727 1 1024 2500
Montalegre feir 5766 180324002741 1 1024 2500
Montalegre feir 3275 180324002742 1 1024 2500
Montalegre feir 275 180324002742 1 1024 2500
Montalegre feir 7796 180324002743 1 1024 2500
Montalegre feir 5178 180324002743 1 1024 2500
Montalegre feir 1572 180324002803 1 1024 2500
Montalegre feir 6912 180324002803 1 1024 2500
Montalegre feir 3424 180324002804 1 1024 2500
Montalegre feir 3022 180324002814 1 1024 2500
Montalegre feir 2517 180324002814 1 1024 2500
Montalegre feir 473 180324002815 1 1024 2500
Montalegre feir 8541 180324002815 1 1024 2500
Montalegre feir 9696 180324002816 1 1024 2500
Montalegre feir 1342 180325020522 1 1024 2500
Montalegre feir 6623 180325020523 1 1024 2500
Montalegre feir 7600 180325020523 1 1024 2500
Montalegre feir 8456 180325020526 1 1024 2500
Montalegre feir 2341 180325020528 1 1024 2500
Montalegre feir 3150 180325020531 1 1024 2500
Montalegre feir 7762 180325020532 1 1024 2500
Montalegre feir 3355 180326151314 1 1024 2500
Montalegre feir 9368 180326151342 1 1024 2500
Montalegre feir 7860 180326151342 1 1024 2500
Montalegre feir 7272 180326151342 1 1024 2500
Montalegre feir 6544 180326151343 1 1024 2500
Montalegre feir 4109 180326151343 1 1024 2500
Montalegre feir 2173 180326151343 1 1024 2500
Montalegre feir 8303 180326151343 1 1024 2500
Montalegre feir 8095 180326151357 1 1024 2500
Montalegre feir 1772 180326151357 1 1024 2500
Montalegre feir 6184 180326151402 1 1024 2500
Montalegre feir 4225 180326151406 1 1024 2500
25 Março 2018

Terminou com grande impacto a participação do município de Montalegre nos 15 anos da Feira de Nanterre, evento que ocorre nos arredores de Paris onde reside uma vasta comunidade do concelho. Foram três dias envoltos numa atmosfera fantástica que possibilitaram mais um encontro da diáspora onde a saudade foi atenuada por entre vários abraços de gerações. O pavilhão voltou a primar pela excelência onde estiveram expostos produtos e alguns emblemas territoriais, verdadeiras imagens de marca.

A fórmula de sucesso que tem sido aplicada em Nanterre voltou a surtir efeito. Montalegre é, de longe, o concelho com maior impacto no certame organizado pela Associação Recreativa e Cultural dos Originários de Portugal (ARCOP). O pavilhão ganha protagonismo todos os anos à custa da criatividade da equipa municipal. Os produtos são bons. A gente é do melhor. Tudo somado não estranha a procura constante dos muitos emigrantes que abdicam de tudo para irem ao encontro de sinais que só existem na terra que os viu nascer. Há década e meia que é assim. O senão está nas condições do pavilhão que pedem outra dignidade. Porém, está na calha um novo espaço. Boa notícia para quem faz centenas de quilómetros para minorar a saudade.

PRESIDÊNCIA ABERTA

Do concelho não parte só o executivo municipal. Com ele, segue um número significativo de presidentes de junta de freguesia e alguns empresários locais. Uma comitiva que tem reunido cada vez um maior número de barrosões, orgulhosos por transportarem o selo do que é bom. Um abraço de amizade, contagiante, que não olha a cores partidárias. Aqui o que vale é a pátria barrosã. Uma irmandade que produz um efeito notável. Testemunho nas visitas a barrosões de sucesso e nos diversos encontros realizados.

TEM A PALAVRA

Orlando Alves | Presidente da Câmara de Montalegre
«Levo o coração partido por ver o quanto a comunidade barrosã, radicada nesta região, aprecia a presença do seu Presidente de Câmara e dos Presidentes de Junta. O município somos todos, os que estão lá e os que estão aqui. Todos juntos fazemos o que é necessário para a nossa terra. É um ato de justiça proporcionar este vinda ao nossos autarcas para confraternizarem com o seu povo. Quero que sintam o sentimento forte que eu sinto. Estivemos perante uma grande mobilização que mostrou o orgulho de serem barrosões e portugueses. Beneficiamos do facto da Feira de Nanterre ser formada maioritariamente por barrosões. Sentimo-nos em casa».

David Teixeira | Vice-presidente da Câmara de Montalegre
«O encontro com os emigrantes é esta relação que queremos manter porque é uma obrigação que temos. Queremos vir ao seu encontro e apoiar naquilo que for possível. Trazemos orgulho e a expetativa de estarmos de braços abertos para que os mais novos possam ver no concelho de Montalegre uma oportunidade de negócio e de emprego. Queremos que se sintam responsáveis pela terra dos pais e dos avós. Este espaço, que chama a atenção em cada edição desta feira, é, também, uma forma de se orgulharem da terra e daquilo que vamos fazendo todos os dias. Para nós é um grande momento de encontro. Levamos muita força, muita vontade de voltar mas também as suas preocupações e algumas ideias para o desenvolvimento do nosso concelho».

António Morais | Presidente da União de Freguesias de Montalegre e Padroso
«Esta feira está cada vez melhor. Encontramos sempre muita gente. Estive com dois amigos e irmãos que já não via há mais de 30 anos. É espetacular. A cada edição há mais adesão».
 
Alberto Fernandes | Presidente da Junta de Freguesia de Salto
«Mais uma vez estivemos em Nanterre, junto da comunidade emigrante, lembrando saltenses que vieram trabalhar para a França. Para eles é, também, um momento de satisfação e convívio. Foi uma participação interessante, com muita gente e muita animação dos grupos portugueses que trouxeram a nossa alegria. Foi muito importante para todos».

Alceu Afonso | Presidente da Junta de Freguesia de Gralhas
«Faço um balanço positivo. É um orgulho estar aqui com gente da nossa terra e amigos. É sempre um prazer regressar a esta feira. É uma grande ideia e uma boa forma de matar saudades dos nossos emigrantes».

Daniel Reis | Presidente da União de Freguesias de Viade de Baixo e Fervidelas
«É sempre bom reencontrarmos amigos e família. Sempre que tenho oportunidade venho fazer-lhes uma visita. Tenho bastante gente da minha aldeia e de toda a freguesia. É uma experiência bastante positiva. Fico satisfeito por ver que há sempre gente do concelho que constituiu aqui família e grandes negócios. É muito bom vermos isso».

Paulo Pinto | Presidente da Junta de Freguesia de Vila da Ponte
«A nossa presença tem vindo na sequência de anos anteriores. Temos visto cada vez mais pessoas a aderir a esta iniciativa que orgulha os barrosões e todos os portugueses espalhados pela França. Faz todo o sentido visitarmos as nossas comunidades e ouvirmos as suas ideias».

Ricardo Moura | Presidente da União de Freguesias de Meixedo e Padornelos
«E uma confraternização muito bonita com todos os amigos e barrosões. Percebemos que os nossos estão cada vez mais juntos e unidos. Vi muita gente que gosta de nos ver por cá. Matamos muitas saudades».

Victor Carreira | Presidente da Junta de Freguesia de Negrões
«Esta participação tem vindo a ser cada vez mais positiva e sempre com muita gente. É uma boa iniciativa porque vemos gente que não víamos há muito tempo. São pessoas que nos ajudam quando é preciso por isso é nossa obrigação fazer-lhes esta visita».

José Luís Nogueira | Presidente da Junta de Freguesia de Morgade
«A nossa participação é sempre em massa, todos aderem em grande número. É sempre um prazer rever as nossas gentes que em tempos emigraram e refizeram as suas vidas neste país. Foi mais um convívio salutar com muita amizade».

Isabel Cosquete | Presidente da Junta de Freguesia de Cervos
«Voltei com muito prazer. Agradeço o convive. Gosto muito de rever as pessoas. É uma ideia que deve continuar. É, também, uma maneira de promover os nossos produtos».

Márcio Azevedo | Presidente da Junta de Freguesia de Cabril
«Vou com uma imagem claramente positiva porque, mais uma vez, visitamos um exemplo do sucesso de Barroso em Paris. É sempre bom ver gente que consegue vingar numa terra estranha. Sente-se o orgulho e o gosto com que somos recebidos. Há uma alegria e um espirito muito barrosão. Recebem-nos de braços abertos».

Rui Costa | Presidente da Junta de Freguesia da Chã
«Foi muito bom. Convivi com pessoas que só vejo no Verão, em época de férias. Estou surpreendido pela positiva. Há uma adesão enorme dos barrosões a este evento. É muito importante esta presença».

António Martins | Presidente da Junta de Freguesia de Santo André
«Nunca tinha estado na Feira de Nanterre. É uma iniciativa muito interessante. Vi pessoas de várias aldeias do concelho. É uma homenagem aos nossos emigrantes».

Isaac Martinho | Fábrica Fumeiro de Barroso
«Destaco a participação dos nossos emigrantes nesta feira. Os barrosões comparecem com muito orgulho, o que nos deixa contentes. Em relação às vendas, houve uma grande adesão. Saiu muito o presunto desossado, salpicão e a alheira. Temos clientes de todas as zonas de Portugal e os franceses também gostam muito dos nossos produtos. É uma participação que queremos manter».

Odete Lopes | Produtora de mel
«Esta feira corre sempre muito bem. Há cada vez mais gente e os barrosões fazem questão de marcar presença em grande escala. É sempre uma satisfação».

Francisco Gonçalves | Vinhos Mont'Alegre
«Há sempre muita afluência nesta feira. Tem sido um sucesso. As vendas crescem sempre dando continuidade aos anos anteriores. Tivemos contactos para a distribuição dos nossos produtos e ao nível da restauração também».

Paulo Reis Santos | Vinho Padre Fontes
«O balanço volta a ser positivo. Desta vez com a mais-valia de contactos com consequências a longo prazo. Pela primeira vez com a possibilidade de encomendas regulares para Paris. Aguardava isso com expetativa. É a ambição de qualquer marca que comercializa produtos. A marca tem necessidade de crescer com outra variedade de oferta».

Albino Fernandes | Agência de viagens “AlbiTours”
«A nossa empresa tem a necessidade de apresentar os produtos ao dispor dos barrosões. Tivemos aqui gente interessada no que temos para oferecer. Faz muito sentido estarmos cá, próximos das pessoas».
 
MEMÓRIA
2017. 14.ª Feira de Nanterre (França)
2016. 13.ª Feira de Nanterre (França)