Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Montalegre
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

"Único no Momento" - Oficina do Burel

23 Junho 2016
7c3778700d1466700070 1 1024 2500
Por estes dias foi inaugurada, no coração de Montalegre, uma loja que carrega orgulho barrosão. Os proprietários, Carlos Medeiros e Elsa Gonçalves, resistiram à tentação de emigrar. Com o estímulo do município - cinco mil euros - arregaçaram as mangas e galgaram no sonho. Começaram por abrir uma porta pequena. Hoje abrem uma das portas principais do comércio da vila. Como se consegue? Acreditar na terra.
Quando em outubro de 2014, foi apresentado, no salão nobre da Câmara de Montalegre, o programa (Co) Empreende, destinado a capacitar e apoiar «projetos empresariais do concelho, com vista ao aproveitamento das oportunidades territoriais», o casal Carlos Medeiros e Elsa Gonçalves viu a luz ao fundo do túnel. Pela frente beberam formação, um rastilho para rasgar horizontes. Com esta decisão, aquando da visita do então primeiro-ministro Passos Coelho, foram contemplados com 5.000 euros à custa de terem concebido um dos três projetos mais relevantes do programa. É aqui que ganha asas o conceito Único no Momento (têxtil, confeção em burel), fundado em 2013, hoje alargado ao termo "Oficina do Burel".
 
BUREL
 
Estava assim lançada a marca. Um nome que encetou o arranque pelos principais eventos do concelho e outros por este país fora. O mercado nacional começou a conhecer este jovem casal empreendedor. A aposta na internacionalização despertou os primeiros passos. O primeiro sinal resultou de uma parceria entre a ADERE-PG e a Câmara Municipal de Montalegre. Aconteceu em abril de 2015. A empresa viajou para a Grécia no sentido de mostrar «alguns projetos de artesanato português e comparar a situação do artesanato nos países participantes, entre eles, Portugal, Grécia, Bulgária, República Checa, Croácia, Grã-Bretanha e Itália». Na última Feira de Nanterre, a empresa levou o que melhor sabe fazer: costurar com arte. O jovem casal barrosão defende que a criação é a grande paixão. O trabalho é feito em burel (100% lã), produto com garantia e tradição portuguesa e de alta durabilidade e resistência. Neste sentido, acrescentam que «as qualidades do burel provêm do seu particular processo de fabrico: a lã depois de lavada é cardada, fiada e torcida (com roca e fuso), etapas que convém serem executadas pela mesma pessoa para que o fio tenha sempre a mesma espessura e textura». Ato contínuo, reforçam a explicação, «depois vai ao tear para ser urdida. Após a tecelagem, é colocada no pisão, uma máquina que bate e escalda a lã de modo a tornar o pano mais compacto e resistente».
 
POSTAL DO CONCELHO
 
A história deste projeto não deixa ninguém indiferente. Contraria quem argumenta que, em terras pequenas (dimensão territorial), não há homens grandes. Carlos e Elsa defendem o torrão natal com unhas e dentes: «é muito gratificante estarmos a trabalhar na nossa identidade com inovação. Fazer isto na nossa terra, é fantástico! Queremos ser um "postal" do concelho. Temos dado passos pequeninos. Quem nos conhece tem vindo a acompanhar a nossa história. Começamos em casa a fazer pequenas peças. Depois, indicados por amigos, fomos incentivados a fazer determinados artigos. A partir daí, sentimos necessidade de crescer, desenvolver novos produtos e sair de casa porque estava a tornar-se um lugar demasiado pequeno».
 
DORES DE CRESCIMENTO
 
O arrojo tem provocado dores de crescimento. O sintoma é saudável e desponta sorrisos. É sinal que o sucesso está a acontecer, como explica Carlos Medeiros: «no ano passado, passamos para uma loja física e este ano conseguimos dar o "salto" para uma loja bem no centro da vila, onde toda a gente tem que passar obrigatoriamente. Os serviços principais estão aqui à volta. Os turistas conseguem identificar perfeitamente a loja. Foi uma boa aposta para nós mas, também, para a própria vila e para quem nos visita. Este local dá-nos mais visibilidade». A ideia é «evoluir» e pontapear a rotina: «queremos continuar a crescer, termos peças únicas, originais, que as pessoas gostem e vistam com orgulho. Os nossos clientes são o nosso maior cartão de visita».
 
OFICINA DO BUREL
 
Com a abertura da loja no centro nevrálgico da vila de Montalegre, os proprietários batizaram o espaço como "Oficina do Burel": «sentimos necessidade de ter um nome mais objetivo que nos identificasse de imediato. "Oficina do Burel" refere-se à matéria-prima e pensamos que é apelativo, até pelos comentários positivos que temos recebido». Com efeito, este espaço de venda, junta-se ao canal online e oferece desde almofadas a bolsas, passando pelas tradicionais capas. Em cada mês, há 50 encomendas que chegam, a par do território nacional, de países como Suíça, Luxemburgo, França e Finlândia. A panóplia é variada, explica Elsa Gonçalves, rosto ligado à logística e promoção da marca: «temos a secção de homem com casacos, coletes e sobretudos e alguns acessórios como botões de punho. A secção de criança, com capinhas bordadas com capuz para as meninas e canadianas para os meninos. A secção de senhora, bastante vasta, inclui capas, casacos, coletes, saias, calções, cintos, bijuterias e carteiras. Por fim, a secção casa, com abajures forrados a burel com diversas técnicas ou almofadas». Os preços podem variar de 1€50 (ganchos) a 150€ (capas).
 
EMIGRANTES
 
Terra de emigrantes, o concelho de Montalegre fervilha com a chegada do agosto. A economia circula. Uma oportunidade de negócio. Uma mais-valia que irá ser aproveitada: «estamos a preparar stock para a chegada dos emigrantes. Acreditamos que neste novo espaço não iremos ter mãos a medir». Outro canal passa pela aposta nas redes sociais: «temos conseguido atualizar os nossos produtos nas redes sociais. É um importante meio de promoção e de divulgação dos nossos produtos. Muito útil para as encomendas». Com isto, concluem: «não queremos ficar por aqui. Queremos chegar aos países nórdicos. Se as coisas continuarem assim, vamos contratar colaboradores».
7c3778700d1466700070 1 1024 2500
Unico no momento  160623175249 1 1024 2500
Unico no momento  160623175305 1 1024 2500
Unico no momento  160623175320 1 1024 2500
Unico no momento  160623175329 1 1024 2500
Unico no momento  160623175338 1 1024 2500
Unico no momento  160623175350 1 1024 2500
Unico no momento  160623175416 1 1024 2500
Unico no momento  160623175426 1 1024 2500
Unico no momento  160623175434 1 1024 2500
Unico no momento  160623175442 1 1024 2500
Unico no momento  160623175502 1 1024 2500
Unico no momento  160623175515 1 1024 2500
Unico no momento  160623175533 1 1024 2500