Passar para o Conteúdo Principal Top
Montalegre
Logótipo de Município de Montalegre
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Apresentado Plano-Piloto do PNPG

Montalegre   plano piloto pnpg  2  1 1024 2500
Montalegre   plano piloto pnpg  1  1 1024 2500
Montalegre   plano piloto pnpg  3  1 1024 2500
Montalegre   plano piloto pnpg  4  1 1024 2500
Montalegre   plano piloto pnpg  7  1 1024 2500
Montalegre   plano piloto pnpg  8  1 1024 2500
Montalegre   plano piloto pnpg  9  1 1024 2500
Montalegre   plano piloto pnpg  11  1 1024 2500
10 Outubro 2018
Montalegre   plano piloto pnpg  5  1 1024 2500

Decorreu no salão nobre da Câmara Municipal de Montalegre a apresentação do Plano-Piloto do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG). Na continuação de um processo iniciado em 2016, estão descritas 11 ações que incluem o ordenamento, restauro e conservação de matas, reforço das redes móveis, a revitalização dos setores produtivos tradicionais e a criação de equipas de apoio aos agentes florestais. Numa fase posterior, a informação será transmitida às populações envolvidas através de sessões de informação locais.

TEM A PALAVRA

Orlando Alves | Presidente da Câmara de Montalegre
«São projetos que foram devidamente pensados e escrutinados com o envolvimento das populações, dos conselhos diretivos de baldios, das juntas de freguesia, das autarquias e da ADERE Peneda-Gerês. Foi um processo que teve sempre a estreita colaboração da Secretaria de Estado do Ordenamento do Território. O plano que se apresenta e a forma como está estruturado, vai de encontro à superação dos constrangimentos mais graves que se detetam no parque. Obviamente que não há soluções milagrosas, mas damos um passo de cada vez. Queremos que o nosso Parque Nacional da Peneda Gerês seja um polo dinamizador e uma alavanca impulsionadora do desenvolvimento do concelho».

Sónia Almeida | Administradora Delegada na ADERE Peneda-Gerês
«Depois destas apresentações nas autarquias vamos passar para as sessões de informação mais diretas, junto das populações, nas aldeias e freguesias envolvidas. Estamos numa fase muito importante. Queremos ouvir quem reside dentro do território do Parque Nacional para que possamos resolver os obstáculos. Temos 60 mil euros reservados para o último ano deste plano destinados a cada município. Serão investidos em ações simples como a realização de cercas, limpeza de pastagens ou retirada de matos».