Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Montalegre
Logótipo de Município de Montalegre
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

"Bibliotecas no Espelho" na XX Feira do Livro

03 Junho 2019
Xx feira do livro  bibliotecas no espelho   10  1 1024 2500

É uma das atrações da vigésima feira do livro de Montalegre. Falamos da exposição "Bibliotecas no Espelho". Trata-se de uma mostra de obras fac-similadas, produzidas por alguns dos maiores vultos da literatura portuguesa e galega e representativas de grandes movimentos literários e culturais em ambas as regiões, desde o século XII, com origem no património literário comum da poesia galaico-portuguesa, à atualidade. A vereadora da educação, Fátima Fernandes, ao visitar a exposição, não escondeu o agrado pelo que observou.


Comissariada por Ana Araújo (Portugal) e Ignácio Cabano (Galiza), esta exposição reúne obras de Martin Codax, Bernardim Ribeiro, Camões, Almeida Garrett, Alexandre Herculano, Camilo Castelo Branco, Antero de Quental, Florbela Espanca, Fernando Pessoa, José Régio, Miguel Torga e Agustina Bessa Luís, entre outros. A exposição é promovida no âmbito do projeto Nortear, desenvolvido pela Consellería de Cultura e Turismo da Xunta de Galicia, pela Direção Regional de Cultura do Norte e pelo Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galicia – Norte de Portugal, com o apoio do programa transfronteiriço Interreg, e através do qual as três entidades visam promover conjuntamente a cultura portuguesa e a galega, particularmente no que ao domínio da língua e literatura diz respeito.

TEM A PALAVRA

Fátima Fernandes | Vereadora da educação da Câmara de Montalegre
«É o melhor do melhor que tem a nossa feira do livro, no que respeita a uma visita à literatura portuguesa e galega, que tanto nos diz. Temos uma abordagem desde os trovadores até aos autores contemporâneos. É uma boa oportunidade para uma visita a bons autores. É preciso que o estudo de português seja acompanhado da literatura, que nos dá uma dimensão da língua muito mais completa e abrangente. É uma exposição que percorre os melhores locais e Montalegre teve o privilégio de ser um dos primeiros. Isso honra-nos muito».

João Ribeiro da Silva | DRCN - Chefe de Divisão de Promoção e Dinamização Cultural
«Esta exposição surge no âmbito de um projeto transfronteiriço, entre o Norte de Portugal e a Galiza. Entre muitas outras, inclui um plano de exposições. Esta foi comissariada por técnicos dos dois lados da fronteira. Pretende fazer uma passagem pela literatura luso-galaica, desde as suas origens até aos dias de hoje. Uma exposição que circula de forma itinerante e que mostra que a literatura não tem fronteiras. Foi inaugurada em Santiago de Compostela, esteve na Casa das Artes, no Porto, e agora veio para Montalegre, para que a literatura chegue a todos os portugueses».

Gorete Afonso | Biblioteca Municipal de Montalegre
«O objetivo é evidenciar a importância das bibliotecas na guarda de documentos históricos tão importantes. Temos obras selecionadas que retratam os diferentes períodos da literatura e inclusive alguns originais dessas mesmas obras. Fica o convite à comunidade para observarem a evolução da nossa história, da língua e da literatura, retratadas na nossa cultura. A cultura é de todos e para todos e, por isso, a nossa comunidade também tem este privilégio».

Xx feira do livro  bibliotecas no espelho   8  1 1024 2500
Xx feira do livro  bibliotecas no espelho   9  1 1024 2500
Xx feira do livro  bibliotecas no espelho   13  1 1024 2500
Xx feira do livro  bibliotecas no espelho   7  1 1024 2500
Xx feira do livro  bibliotecas no espelho   6  1 1024 2500
Xx feira do livro  bibliotecas no espelho   11  1 1024 2500
Xx feira do livro  bibliotecas no espelho   1  1 1024 2500
Xx feira do livro  bibliotecas no espelho   2  1 1024 2500
Xx feira do livro  bibliotecas no espelho   4  1 1024 2500