Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Montalegre
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Montalegre e Boticas oficializam criação da ValorBarroso

25 Junho 2021
Montalegre e boticas  valorbarroso   19  1 1024 2500

No seguimento da operacionalização dos projetos para o Património Agrícola Mundial, teve lugar, no auditório municipal em Montalegre, a cerimónia de assinatura do consórcio para o desenvolvimento do Centro para a Valorização do Barroso – Património Agrícola Mundial - ValorBarroso. A cerimónia - presidida por Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - contou, entre outras individualidades, com as presenças da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, (por videoconferência), do Secretário de Estado do Tesouro, Miguel Cruz, e da Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira. A par, representantes das instituições parceiras do projeto: Municípios de Montalegre e Boticas, ADRAT, CIMAT, Instituto Politécnico de Bragança, Fundação para a Ciência e a Tecnologia e DSTelecom. O momento firmou três pontos: Acordo de Transferência de Competências de Gestão do Centro de Formação Agrícola da Aldeia Nova do Barroso; Protocolo do Centro para a Valorização do Barroso - Património Agrícola Mundial - ValorBarroso e o já citado Contrato de Consórcio para o Centro ValorBarroso.


A celebração destes acordos de colaboração permite dignificar este reconhecimento, por intermédio do desenvolvimento do Centro para a Valorização do Barroso – Património Agrícola Mundial - ValorBarroso. Nesse sentido, inicialmente foi assinado o Acordo de Transferência de Competências de Gestão do Centro de Formação Agrícola da Aldeia Nova do Barroso, entre a Direção-Geral do Tesouro e Finanças e o Município de Montalegre.
De seguida, teve lugar a apresentação pública, pelo Diretor de Filatelia dos CTT, Raul Moreira, dos selos alusivos a este reconhecimento pela FAO. Ato contínuo, procedeu-se à assinatura do Protocolo para a Valorização do Barroso - Património Agrícola Mundial e do Consórcio para o Centro ValorBarroso. Neste particular, foram divulgadas as linhas orientadoras e os principais objetivos deste ambicioso projeto, que tanta importância acarreta para a sustentabilidade do território, e que tanto orgulho representa para as instituições e gentes de Barroso.


TEM A PALAVRA

Orlando Alves | Presidente da Câmara de Montalegre
«Foi um dia memorável para Barroso. Assinou-se o consórcio que vai fazer a gestão do Centro SIPAM. Vai ficar sediado no antigo Centro de Formação de Aldeia Nova. Temos já em concurso a implementação do projeto que foi elaborado e onde vamos gastar meio milhão de euros. O protocolo celebrado, que envolve a Fundação para a Ciência e Tecnologia, vai proporcionar trabalhos de investigação para que sejam trabalhadas ideias para o território, nomeadamente na área dos produtos biológicos. Foi um caminho rápido com um trabalho notável que deixa orgulhosos todos os envolvidos. A área da ciência cria condições de equilíbrio para que a nossa vida seja rica e confortável e ver esta colaboração é algo que nos deixa com a firme convicção de que estamos a trabalhar bem em prol da nossa comunidade. Juntos temos muita força. Estiveram presentes as forças vivas com importância para a região e será certamente um grande projeto.»

Manuel Heitor | Ministro de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
«É muito importante instalar centros de investigação. Instalar um centro de investigação no Barroso, entre Montalegre e Boticas, para estudar os sistemas agroindustriais da região é extremamente importante. É preciso estudar. Fizemos um protocolo para instalar um centro de investigação, como polo do laboratório do Instituto Politécnico de Bragança, onde a Fundação para a Ciência e Tecnologia se compromete a financiar 10 bolsas e a Dstelecom a instalar a respetiva fibra ótica. Desafiei o IPB a usar os selos para organizar uma escola de Verão sobre os temas biológicos do Barroso com jovens de toda a Europa. Tudo isto depende de pessoas e já temos investigadores para que possamos densificar o território e isso será a marca dos próximos anos. Temos que trazer conhecimento para que dê mais sustentabilidade a este território. Queremos dar oportunidades e colocar Barroso no mapa do Mundo.»

Ana Abrunhosa | Ministra da Coesão Territorial
«Este é um projeto de verdadeira coesão. Um dos principais motivos para a distinção deste território SIPAM é o facto da agricultura ser desenvolvida em perfeita sintonia com os ecossistemas locais, preservando a sua biodiversidade. Estamos a falar de sustentabilidade. Barroso representa um meio único para a prática de um tipo de agricultura que se distingue pelo associativismo dos seus agricultores. A região apresenta um valioso património cultural. Que a valorização dos nossos recursos naturais enriqueça e deixe valor, em primeiro lugar, nos locais onde estão. Este local pode ser a base para inovações agrícolas e tecnologias modernas. O desenvolvimento do nosso Interior só é possível diversificando a sua base económica com ciência, com tecnologia, trabalhando em rede e com estratégias de eficiência coletiva».

Miguel Cruz | Secretário de Estado do Tesouro
«É um bom exemplo e foi um processo muito célere. Conjuga-se muito bem com o que pretendemos. Queremos identificar projetos com uma natureza sustentável de rentabilização e aproveitamento dos edifícios e que permitam ter uma abordagem de aproveitamento dos espaços públicos. Neste contexto, conseguimos a conjugação de um conjunto de interesses para fazer o aproveitamento e, simultaneamente, apoiar o desenvolvimento de um processo de sustentabilidade. É um exemplo a ser seguido por outras regiões e para outros ativos».

Isabel Ferreira | Secretária de Estado da Valorização do Interior
«Estou de coração cheio. Quem viu e quem vê o território do Alto Tâmega. Temos vários centros de conhecimento a acontecer no Alto Tâmega. Este centro vai certamente atrair recursos humanos altamente qualificados. Daqui a uns anos vamos ver o impacto transformador destes projetos que vão mudar o Interior. É essencial garantir a presença de fibra em todo o território para podermos atrair pessoas e empresas. Tem a chancela UNESCO. Esta é uma prioridade que já tem financiamento e o empenho de todos os atores».

Fernando Queiroga | Presidente da Câmara de Boticas
«É muito importante este marco. Se calhar as palavras não conseguem transmitir a importância deste ato e da distinção que nos foi atribuída. É preciso cuidar, mas também é preciso acrescentar valor. Sustentadamente, vamos dando passos seguros para que este território tenha futuro e consiga atrair mais gente e esteja mais capacitado. Boticas e Montalegre estão de mãos dadas neste desidrato e estão de mãos dadas neste objetivo. Temos a vontade e a certeza do valor que tem esta região».

Orlando Rodrigues | Presidente do Instituto Politécnico de Bragança
«Sentimos que somos os lavradores ou os pedreiros desta obra. O instituto tem o lema de ser empenhado com a região. Procuramos criar valor através do conhecimento e da inovação. Temos a consciência de que temos o valor das pessoas e os recursos, como aqui acontece, conseguimos valorizá-los para atingir o desenvolvimento e qualidade de vida das populações. Um agradecimento aos municípios que perceberam a importância desta perspetiva».


ASSINATURAS | NOMES

Acordo de Transferência de Competências de Gestão do Centro de Formação Agrícola da Aldeia Nova do Barroso
Direção Geral do Tesouro e Finanças – Miguel Marques dos Santos
Município de Montalegre – Orlando Alves

Protocolo do Centro para a Valorização do Barroso - Património Agrícola Mundial - ValorBarroso
AquaValor - Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água – Fernando Queiroga
Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega – Orlando Alves
Dstelecom – José Gonçalves Teixeira
Fundação para a Ciência e a Tecnologia – José Paulo Esperança
Instituto Politécnico de Bragança – Orlando Rodrigues
Município de Boticas – Fernando Queiroga
Município de Montalegre – Orlando Alves
Protocolo autorizado e testemunhado pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – Manuel Heitor

Contrato de Consórcio para o Centro ValorBarroso
AquaValor - Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água – Fernando Queiroga
Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega – Orlando Alves
Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega – João Noronha
Instituto Politécnico de Bragança – Orlando Rodrigues
Município de Boticas – Fernando Queiroga
Município de Montalegre – Orlando Alves


MONTALEGRE E BOTICAS OFICIALIZAM CRIAÇÃO DA VALORBARROSO

montalegre_e_boticas__valorbarroso___2_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___3_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___8_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___5_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___9_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___6_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___7_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___10_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___11_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___12_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___13_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___14_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___15_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___16_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___17_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___18_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___20_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___21_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___22_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___23_
montalegre_e_boticas__valorbarroso___24_