Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Montalegre
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Montalegre - Catedral do automobilismo mundial

19 Setembro 2022
Fp0r6680 1 1024 2500

Circuito Internacional de Montalegre voltou a colocar a capital do Barroso com o holofote virado para ela. Um fim de semana de forte promoção mundial com mais uma edição do Campeonato do Mundo de Rallycross, este ano com uma dupla jornada de competição. Várias novidades, com destaque para a nova era onde os elétricos passam a ganhar protagonismo. Os triunfos dos pilotos nórdicos Johan Kristoffersson (1.º dia) e Niclas Grönholm foram a "cereja no cimo do bolo". 


Ao segundo dia da dupla jornada do Campeonato do Mundo de Rallycross, feita no Circuito Internacional de Montalegre, o domínio de Johan Kristoffersson (Volkswagen RX1e) terminou. O quatro vezes campeão do Mundo cruzou a linha de meta em primeiro lugar, mas uma penalização atribuída após a corrida deu a vitória a Niclas Grönholm (PWR RX1e). Foi a segunda vitória de Grönholm em território nacional que teve como companhia no pódio de Klara Andersson (PWR RX1e), o seu primeiro pódio da piloto sueca. Ole Christian Veiby (Volkswagen RX1e) foi segundo classificado.
Na verdade, Kristoffersson foi o mais rápido nas Heat 1 e 2 e parecia que o caminho estava novamente aberto para um passeio do sueco, mas na ronda de progressão, Kevin Hansen (Peugeot 208 RX1e) mostrou os dentes do seu Peugeot e numa luta feroz em que o jovem Hansen levou a melhor sobre o líder. Na Semi-Final 1 foi Grönholm a levar a melhor, depois de um toque em Kevin Hansen deixar o Peugeot imobilizado em pista, terminando com as esperanças do mais novo dos irmãos Hansen. Andersson foi segunda classificada e René Munnich (Seat Ibiza RX1e) completou o top 3, mas as esperanças de passar à final eram diminutas. Na Semi-Final 2, Kristoffersson venceu com Veiby e Timmy Hansen a completarem o top 3.
Assim sendo, tínhamos assim na final Kristoffersson, Veiby, Timmy Hansen, Grönholm e Andersson. O arranque foi intenso, com Hansen a levar a melhor e a instalar-se na frente da corrida, com a forte pressão de Kristoffersson. No começo da segunda volta, um toque entre os dois (Kristoffersson tentou passar Hansen por dentro da curva 1 e não evitou o toque) atirou Hansen para a caixa de gravilha, o que deitava por terra as aspirações do jovem piloto. Kristoffersson manteve-se na frente, com Grönholm a tentar chegar-se ao líder, com Veiby e Andersson em lutas acesas. Kristoffersson foi à Joker Lap mesmo na última volta e conseguiu manter-se à frente de Grönholm o que teoricamente lhe garantia a vitória. Mas uma decisão do colégio de comissário levou à atribuição de uma penalização, o que atirou Kristoffersson para o último lugar da final, com Grönholm a vencer. Terminou assim o domínio de Kristoffersson, de forma inesperada e algo polémica. Ainda assim, lidera o campeonato com 91 pontos, contra 70 do seu colega Veiby e 66 de Timmy Hansen.

JOVEM DE 17 ANOS (KOBE PAUWELS) | CAMPEÃO RX3

João Ribeiro (Audi A1) não conseguiu manter as suas aspirações ao título de RX3. O piloto português foi quinto na final, depois de ter triunfado na semifinal 2 (onde também correram Nuno Araújo, Jorge Machado e António Sousa, sendo que na semifinal 1 tivemos a presença de Joaquim Machado). Kobe Pauwels (Audi A1) foi o vencedor e com três vitórias em quatro provas, sagrou-se já campeão sem precisar da última ronda para festejar. Pauwels levou a melhor sobre Damian Litwinowicz (Audi A1), com Nuno Araújo (Audi A1) a garantir a presença da bandeira portuguesa no pódio, numa excelente prestação do piloto luso, que no final do dia não escondeu a sua alegria e emoção pelo resultado conquistado.

ANTON MARKLUND | CAMPEÃO RX1

A festa não terminou no Circuito Internacional de Montalegre. Apesar de uma final atribulada, Anton Marklund (Hyundai i20) festejou o título em Montalegre em RX1, sendo obrigado a fazer uma corrida de recuperação. A final não teve presença lusa, pois quer Mário Barbosa (Citroen DS3), quer José Oliveira (Peugeot 208) ficaram pelas meias-finais, um resultado apesar de tudo positivo para ambos os pilotos. Na final, Marklund embrulhou-se na curva 1 em alguns toques, foi logo à Joker Lap e cometeu um erro que o fez perder muito tempo. Enzo Ide (Audi S1) assumiu a liderança que foi sendo questionada por Jānis Baumanis (Peugeot 208), que tinha de vencer para adiar as contas do título. Mas Ide agarrou firme o primeiro lugar e conseguiu a sua primeira vitória no RX1, o que ajudou Marklund, que ainda recuperou um lugar e terminou em quarto, o suficiente para festejar.

RESULTADOS | AQUI


TEM A PALAVRA

Orlando Alves | Presidente da Câmara de Montalegre
«A avaliação só pode ser uma. É francamente positiva. A ninguém pode parecer estranho que o município de Montalegre continue a suportar financeiramente uma prova como esta. É uma forma de promover e qualificar o território, toda a região do Alto Tâmega e Barroso. Isto vai no alinhamento do que fazem grandes cidades por essa Europa fora. A circunstância de integrarmos um circuito desportivo como este onde desfilam as grandes cidades da Europa, isto só pode elevar-nos. Por exemplo, a final da competição foi transmitida para 60 países. Vale muito dinheiro por isso é que se paga muito dinheiro na promoção. Termos uma prova que nos promove internacionalmente é muito bom. Estamos a fazer aquilo que compete aos autarcas sendo que, faria todo o sentido haver um promotor privado que desenvolvesse todo este trabalho em articulação com a autarquia. Se não conseguimos que haja um privado que construa um hotel em Montalegre, onde à partida tem garantias de rentabilidade, - com toda a promoção que o município tem feito ao longo destes anos - também não podemos pensar que haja alguém que um dia venha a pegar nesta realidade. Para o ano vamos continuar. Está garantido. Estamos cá para avaliar, com o promotor internacional, as condições para futuros contratos.»

Jorge Almeida | Presidente do Clube Automóvel de Vila Real (CAVR)
«Faço um balanço extremamente positivo. A semana foi muito difícil, mas conseguimos, juntamente com o município de Montalegre, ultrapassar os obstáculos. Conseguimos dar ao público um grande fim de semana de automobilismo. Muitos galegos e muita gente do Norte de Portugal. Foi um espetáculo bonito e espetacular que só acontece uma vez por ano. Houve duelos fabulosos entre os pilotos. Penso que toda a gente saiu satisfeita. Estiveram envolvidas cerca de 500 pessoas. Todos são voluntários, algo que não existe em mais nenhuma prova do Campeonato do Mundo. É de ressalvar este facto.»


MONTALEGRE ESTREIA PACKS VIP

A prova portuguesa do Campeonato do Mundo FIA de Rallycross teve, pela primeira vez, um espaço VIP que permitiu aos fãs da modalidade uma experiência inédita junto das estrelas do World RX. As três opções de packs VIP, que são complementares aos bilhetes para o evento, estiveram disponíveis em montalegre.bol.pt
Depois de adquirirem os bilhetes para o evento, os espetadores puderam selecionar um pack de experiências e comodidades exclusivas para membros da VIP Village (esteve também disponível outra opção, designada VIP Village, para um ou dois dias. Estes três packs tiveram um valor promocional para compras na bilheteira online.) O pacote mais exclusivo, designado VIP Lounge Weekend, incluiu:
- Acesso ao VIP Lounge, com vista para pista
- Passe de estacionamento
- Almoço buffet
- Sessão de autógrafos exclusiva com os pilotos
- Bebidas
- Acesso Wi-Fi
- Transmissão ao vivo das corridas em ecrãs exclusivos
- Utilização de simuladores RX
- Visita guiada ao paddock e bastidores das equipas
- Track Parade (desfile na pista) ao lado dos pilotos em autocarro descapotável. 


Sobre o Rallycross Promoter GmbH

O Rallycross Promoter GmbH, é uma empresa co-propriedade da Red Bull GmbH e KW25 Beteiligungs GmbH, é responsável por todos os aspetos comerciais do FIA Campeonato do Mundo de Rallycross, incluindo a produção e direitos de TV, o marketing de global, média e direitos de patrocínio. O Promotor também tem a responsabilidade de aumentar o leque de participantes e propor os locais que compõem os calendários do FIA Campeonato do Mundo de Rallycross e das séries de suporte.


MEMÓRIA

2022. Mundial Rallycross - Niclas Grönholm (2.º Dia)
2022
. Mundial Rallycross - Johan Kristoffersson (1.º Dia)
2021. Mundial Rallycross - Niclas Grönholm
2018. Mundial Rallycross - Johan Kristoffersson
2017. Mundial Rallycross - Mattias Ekström
2016. Mundial Rallycross - Petter Solberg
2015. Mundial Rallycross - Johan Kristoffersson
2014. Mundial Rallycross - Petter Solberg


MONTALEGRE | FIA WRX MONTALEGRE 2022 | DADOS

MONTALEGRE | FIA WRX MONTALEGRE 2022 | PRESS KIT

MONTALEGRE | FIA WRX MONTALEGRE 2022 | HORÁRIOS

MONTALEGRE | FIA WRX MONTALEGRE 2022 | PROGRAMA

ribeiro_2022_worldrx_portugal_mj_186
round5_final_rx1_montalegre_worldrx_portugal_pm_12262
veiby_montalegre_worldrx_portugal_pm_12332
worldrx_2022_worldrx_portugal_mj_146
worldrx_2022_worldrx_portugal_mj_151
ambiance_track_montalegre_worldrx_portugal_pm_09192
ambiance_track_montalegre_worldrx_portugal_pm_09193
autograph_montalegre_worldrx_portugal_pm_09707
autographs_montalegre_worldrx_portugal_pm_09687
eurorx1_2022_worldrx_portugal_mj_169
eurorx3_2022_worldrx_portugal_mj_180
fp0r6646
gronholm_montalegre_worldrx_portugal_pm_12343
hansen_2022_worldrx_portugal_mj_155
hansen_2022_worldrx_portugal_mj_209
heat_2_race_montalegre_worldrx_portugal_pm_09196
ide_2022_worldrx_portugal_mj_188
img_2073
round5_podium_montalegre_worldrx_portugal_pm_12261