Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Montalegre
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Concelho | Combate à Vespa velutina (Asiática) 2022

12 Maio 2022
01 1 1024 2500

Está no terreno mais uma campanha de combate à Vespa velutina, iniciativa promovida pelo município de Montalegre, através do Gabinete Técnico Florestal (GTF), cujo Plano Municipal de Combate é liderado pelo técnico José Luís Tavares. Até ao momento, já com a quinta monitorização realizada, o número de capturas ultrapassa as cinco mil vespas fundadoras (5.457) feitas em 138 localidades. Em relação a esta última, verificou-se novamente um aumento significativo de capturas. São números muito expressivos que, em diferentes proporções, distribuem-se por quase todo o território do concelho de Montalegre. É importante recordar que cada uma das vespas capturadas até ao momento teria capacidade para desenvolver a sua própria colónia. A rede de armadilhas é fundamental no combate a esta praga e está com resultados surpreendentemente positivos. Espera-se que consiga conter/anular esta invasão de vespas velutinas. Como habitualmente, estes dados podem ser consultados no mapa interativo e no documento anexo.


TEM A PALAVRA

José Luís Tavares | Plano Municipal de Combate à Vespa velutina
«A "Rede de Armadilhas de Combate à Vespa velutina 2022" já está implementada em todo o território do concelho de Montalegre. No ano transato houve um acréscimo do número de ninhos identificados/eliminados relativamente aos anos anteriores. Estes ninhos surgiram essencialmente nos limites do território, em particular na zona mais baixa do concelho - freguesia de Cabril. Esta zona foi e será sempre a mais afetada devido ao facto desta praga se dispersar preferencialmente pelas linhas de água e, como sabemos, por a freguesia de Cabril estar implementada em linhas de água respeitáveis. É importante salientar que a falta de contenção a jusante será o prejuízo de montante. Pelo motivo apontado anteriormente, a rede de armadilhas efetuou um reforço nas áreas adjacentes aos concelhos de Terras de Bouro e Vieira do Minho, áreas muito afetadas por esta praga, de modo a que o combate seja mais eficaz e, obviamente, a conter a evolução para o interior do território. Outros fatores incrementadores do desenvolvimento destas pragas são as mais recentes alterações climáticas, que com as suas temperaturas mais elevadas e Invernos mais curtos e menos rigorosos favorecem a sua proliferação. Ao contrário da morfologia do território, que não pode ser alterada, as alterações climatéricas podem ser revertidas - está ao alcance de todos esse cuidado. É de saudar os cidadãos de Montalegre que, cada vez mais, estão sensíveis a esta problemática e colaboram neste combate. Na maioria das vezes, são as pessoas locais que alertam as autoridades para a presença da Vespa velutina nos seus territórios, comunicam avistamentos ou localização de ninhos e acompanham a equipa técnica até aos locais. A Câmara Municipal, as corporações de bombeiros, as equipas de sapadores florestais, os vigilantes da natureza, os Presidentes de Junta e a página SOS Vespa, são as entidades normalmente contactadas e informadas da presença desta praga e que, posteriormente, encaminham a informação para uma equipa técnica que irá validar e atuar em conformidade. Globalmente, todas as áreas afetadas por esta praga utilizam métodos de eliminação de ninhos idênticos: incineração; aplicação de iscos envenenados, aplicação de inseticida, entre outros. Dos métodos existentes, o município de Montalegre recorre ao mais eficaz - durante a noite (momento em que todas as vespas da colonia estão dentro do ninho), o interior do ninho é pulverizado com um inseticida específico e de seguida, o ninho e todas as suas vespas envenenadas, são retirados do local (na maioria das vezes na copa de uma árvore). Desta forma, assegura-se que toda a colónia de vespas deste ninho é neutralizada, evita-se que as vespas envenenadas entrem nas cadeias alimentares de outros animais e elimina-se um elemento visual inestético (ninho) da natureza.»


Consultar | mapa interativo 

MONTALEGRE - REDE DE ARMADILHAS DE COMBATE À VESPA VELUTINA 2022 (Monitorizações já realizadas)

MEMÓRIA
2021. Combate à Vespa velutina (Asiática)
2020
. Combate à Vespa velutina (Asiática)
2019. Combate à Vespa velutina (Asiática)

armadilha_da_rede_de_armadilhas_de_combate_a_vespa_velutina_de_montalegre
ninho_definitivo_de_vespa_velutina_dentro_de_um_saco___retirado_de_uma_arvore
ninho_definitivo_de_vespa_velutina_destruido_dentro_de_um_saco
ninho_definitivo_de_vespa_velutina_retirado_de_uma_arvore_2
ninho_definitivo_de_vespa_velutina_numa_arvore_1
ninho_primario_de_vespa_velutina_com_a_sua_rainha_fundadora
vespa_velutina___rainha