Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Montalegre
Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Presidente | Lítio - Opinião

15 Setembro 2019
2019  sic  litio   3  1 1024 2500

A pretexto de uma reportagem que irá ser emitida brevemente na SIC, o presidente da Câmara de Montalegre respondeu a todas as questões relacionadas com o lítio. Orlando Alves voltou a sublinhar o que tem dito: a posição da autarquia «é de muita serenidade e expetativa» deixando claro que estará sempre e sem qualquer reserva ao lado da população.


POSIÇÃO DA CÂMARA

«A posição da Câmara de Montalegre é de muita serenidade e expetativa, isto é, não embarcamos em alaridos. Nesse sentido, aguardamos que seja tornado público e colocado à discussão pública o estudo de impacto ambiental para conhecermos os verdadeiros impactos, as verdadeiras consequências e para conhecermos, também, a avaliação que a Associação "Montalegre Com Vida" - Associação de Defesa Ambiental - que neste momento já tem personalidade jurídica, sendo o nosso parceiro privilegiado – vai fazer a esse documento. A Câmara tomará a posição que a associação tomar. Fazemos isto porque a Câmara tem que estar sempre do lado da população, ao lado do povo»

ASPETOS POSITIVOS/NEGATIVOS

«Daquilo que conheço e que tem sido transmitido pelos elementos da Associação "Montalegre Com Vida", a ser verdade, é assustador. Isso não queremos cá. Uma mina a céu aberto com um diâmetro de 800 metros, isso é impossível no nosso território. Não queremos! Por isso é que temos mantido sempre a mesma coerência de dizer que estaremos sempre ao lado do povo! Havendo vantagens, terão que ser reconhecidas pela Associação "Montalegre Com Vida" e aí a Câmara irá adotá-las. Mas atenção: sempre pelo respeito da posição que a Associação tomar que, recordo, representa os interesses dos residentes das zonas de intervenção».

«ESTAREI SEMPRE AO LADO DO MEU POVO»

«Mais importante de tudo é eu sentir que estou a ser útil às gentes da minha terra. E se as gentes da minha terra dizem que "Não!", eu estarei ao lado da minha gente, ao lado meu povo. Sobre as coisas boas que podem vir, eu não acredito nos 500 postos de trabalho nem nada que se pareça com isso. A verdade é que não conheço verdadeiramente nada do projeto. Primeiro dizia-se que a mina era a céu aberto, agora dizem que é em galeria ou com intervenção mista. Vamos aguardar o estudo do impacto ambiental para tomarmos a nossa posição. Lembro que a Câmara de Montalegre nunca tomou uma posição. Mais, a análise ao estudo do impacto ambiental, será feito por uma entidade, uma instituição universitária, escolhida pela Associação “Montalegre Com Vida” para que não restem dúvidas nenhumas. Por outras palavras, a Câmara de Montalegre delegou na Associação a responsabilidade de escolher uma academia, um grupo de técnicos, no sentido de fazerem a avaliação das verdadeiras consequências. A posição que a Associação “Montalegre Com Vida” tomar, será a posição validada pelo executivo municipal».

ASSOCIAÇÃO | OPINIÃO

«A Associação "Montalegre Com Vida" é representativa da população. Tem feito um trabalho de mobilização no território de sensibilização. Tem sido a entidade que tem dado a cara e que se tem manifestado contra o desenvolvimento deste projeto. Porque é que a Câmara de Montalegre tem que estar ao lado de um desígnio governamental e descurar o interesse das suas populações? Não foi para isso que fui eleito. Depois de conhecidos os impactos, temos que nos sentar e concertar com a Associação a posição que vamos tomar».


LÍTIO

O lítio é um elemento químico com símbolo Li, número atómico 3, massa atômica 7, pertencente ao grupo 1 (Família 1A), sendo um metal alcalino. O nome deriva do grego lithos, que significa pedra, já que o elemento é encontrado em rochas. Por ser um elemento bastante reativo, não é encontrado de forma isolada na natureza. A sua forma pura oxida facilmente na presença do ar ou de água. É encontrado nos minerais espoduménio, lepidolita e petalita. Além das rochas, também ocorre em águas salgadas e termais. Em meios industriais, é obtido através da eletrólise do cloreto de lítio. Carateriza-se por ser um metal mole, macio e de coloração prateada. Em contacto com o ar, adquire coloração cinza, por isso, é comum conservá-lo em óleo mineral. Entre outras, apresenta estas caraterísticas: bom condutor de eletricidade; extremamente reativo; bastante inflamável; metal de menor densidade, inclusive é menos denso do que a água. O lítio apresenta diversos tipos de uso, desde aplicações industriais até produção de medicamentos: elaboração de baterias a partir de íons de lítio; participa do funcionamento dos marcapassos cardíacos; o carbonato de lítio é usado na formulação de medicamentos psiquiátricos (contra a depressão bipolar e tranquilizantes); participa da formação de ligas metálicas; produção de lubrificantes para máquinas que trabalham submetidas à altas temperaturas; feitura de cerâmicas e vidros com resistência ao calor e sistemas de secagem industriais na forma de cloreto ou brometo de lítio.

DESÍGNIO NACIONAL

Com o potencial de ter as maiores reservas da Europa, a febre do lítio chegou a Portugal, onde se registaram duas dezenas de solicitações de prospeção este ano, embora as empresas mineiras continuem à espera dos concursos prometidos pelo Governo. Perante a perspetiva de um aumento exponencial da procura pelo seu uso nas baterias de carros elétricos, a descoberta de grandes reservas deste "ouro branco" em Portugal despertou o interesse pela sua exploração, levando ao aumento das vozes de preocupação com o seu impacto ambiental. As estimativas apontam que as reservas nacionais de lítio rondem as 60.000 toneladas métricas, embora o número real seja desconhecido — ainda não se estudaram todas as zonas nas quais se poderá encontrar este metal, concentrado no Centro e Norte do país. Caso se confirme, Portugal estaria entre os países com mais depósitos do Mundo, embora muito afastado dos cinco gigantes — Bolívia, Chile, China, Austrália e Argentina, onde as reservas se contam em milhões de toneladas métricas. Em Portugal já se produz lítio, que é para já apenas destinado à indústria cerâmica, e as minas já ativas não produzem o volume suficiente para abastecer as fábricas das baterias. A mais avançada é a mina de Barroso, no Norte do país, onde foi anunciado ser a maior reserva de lítio da Europa ocidental.

2019  sic  litio   2  1 1024 2500
2019  sic  litio   4  1 1024 2500
2019  sic  litio   6  1 1024 2500